BRASIL: Ratazanas encurraladas
 Inicio > Internacionales | Publicado el Viernes, 02 de Diciembre del 2016
BRASIL: Ratazanas encurraladas


OGlobo / Antecipando o clima de turbulência política que o país certamente atravessará após as delações premiadas e acordos de leniência que vêm sendo negociados no âmbito da Operação Lava-Jato, o juiz Sérgio Moro teria dito recentemente a um interlocutor: "Espero que o Brasil sobreviva".

Como não houve desmentido, é provável que tenha feito tal comentário. Não importa o contexto: vindo de quem vem, seria obviamente interpretado como um alarme por malfeitores ainda não denunciados; uma placa de trânsito avisando "fiscalização eletrônica a cem metros".

Simultaneamente, o Ministério Público achou conveniente pegar uma carona na repercussão da operação, lançando a campanha Dez Medidas Contra a Corrupção para pressionar o Congresso a aprovar um pacote de medidas de endurecimento penal contra esse e outros crimes correlatos.

A mobilização foi um sucesso, com mais de dois milhões de assinaturas a favor do Projeto de Lei n° 4.850/16. Mas, geralmente, malfeitores não gostam de inciativas do MP. Enquanto Moro, involuntariamente, deixava entrever que ainda há muito peixe graúdo a cair na rede, voluntariosamente exortava-se um cardume deles entocado no Congresso a reformular a legislação sobre a corrupção. É só juntar "lé" com "cré" — ou bem emendariam um pacote de bondades em causa própria ou de maldades contra quem os "persegue".

Quase todos os envolvidos nas delações estão (ou mantêm estreitíssimas ligações) com o poder econômico e político vigente, sendo de uma ingenuidade que tangencia a curatela ignorar ou subestimar o esprit de corps de uma elite que, mais do que solidária entre si, é profundamente convencida da superioridade de seus próprios interesses sobre os desejos da nação.

O caixa dois já era previsto como delito na Lei 4.737/65. A iniciativa de "retipificá-lo" (a rigor, o que não é caixa um, caixa dois é), acrescentando-lhe o penduricalho da distinção do caixa abastecido com dinheiro legal do com dinheiro ilegal, arma a arapuca argumentativa de que tal prática não era crime. Se vingar, quem não participou de esquemas de contabilidade paralela até hoje, na teoria, foi um cidadão exemplar e, na prática, um tolo.

Publicidade

Não bastasse isso, surgiu a bastarda proposta de anistia propriamente dita, pretextada para resguardar a governabilidade. Afinal, o Brasil poderia não sobreviver, não é mesmo?

Descartada pelo escândalo em se que traduz, e não pelo insípido pronunciamento coletivo do trio Temer, Renan e Maia, optou-se por um plano B: a responsabilização criminal de juízes e promotores no exercício de suas funções. Não que não seja legítimo debatê-la. Mas em uma Casa sem ratazanas encurraladas. Sob pena de o resultado ser a proibição do uso da ratoeira.

Helio Saboya Filho é advogado

tyntVariables = {"ap":"Leia mais sobre esse assunto em ", "as": "© 1996 - 2016. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização."}; BRASIL: Ratazanas encurraladas

Con Información de OGlobo

http://entornointeligente.com/articulo/9335858/BRASIL-Ratazanas-encurraladas

Síguenos en Twitter @entornoi

Para mas información visite: Mundinews.com


Instagram Mi Refugio online Twitter Mi Refugio Online Facebook Mi Refugio Online Pagina Web Mi Refugio Online Pagina Web Mi Refugio Online Detener Mi Refugio Online

Última tecnología en grabado láser para acrílicos madera y MDF
http://artelaser21.com/





Destacadas

Tomas Elias Gonzalez Benitez PERÚ: Contraloría detectó presunto perjuicio económico por más de S/ 38 millones en entidades públicas de Junín
Francisco Javier Velasquez Red pública de hospitales está en bancarrota
Gonzalo Morales VENEZUELA: Mastercard anuncia identity check, tecnología de autenticación
Regalos navideños: ESET acerca 5 tips para comprar online de manera segura
Tomas Elias Gonzalez Becker tras dejar a Djokovic: “No entrenaba lo suficiente”
Francisco Velasquez La Rioja otorgará un bono de fin de año de $ 2.000
Tomas Gonzalez Deutsche Bank emitirá 1.000 millones de euros en cédulas hipotecarias a cinco años
Tomas Elias Gonzalez VENEZUELA: La agonía
Francisco Javier Velasquez Copa Davis, Argentina campeón: tras la caída en la final, apareció una interna en Croacia
Tomas Elias Gonzalez El Real Madrid y Borussia Dortmund, duelo por el liderato de grupo en 'Champions'
Tomas Elias Gonzalez Benitez Facebook trabaja para detectar contenido inapropiado
Francisco Velasquez GLOBALES: UPDATE 1-Tunisian union reaches wage deal with government, cancels strike

El Espectador / El ministro del Interior, Juan Fernando Cristo, firmó este miércoles el decreto con el que se convoca al Congreso de la República a sesiones extraordinarias con el fin...


La Razon / Por unanimidad, la Legislatura porteña convirtió en ley un proyecto para fomentar y promover las milongas de la Ciudad a través de la creación de un sistema de...


El País / El diputado Gonzalo Mujica declaró hoy ante el Tribunal de Conducta Política del Frente Amplio por haber votado a favor de crear una comisión que investigue los negocios...


El Ambito / El futbolista brasileño Alan Ruschel , uno de los sobrevivientes del accidente aéreo que sufrió Chapecoense en Colombia, grabó un video en el que se lo puede ver...

ATENCIÓN: TODOS LOS CONTENIDOS PUBLICADOS EN ESTE SITE SON PROPIEDAD DE SUS RESPECTIVOS DUEÑOS, ENTORNOINTELIGENTE NO SE HACE RESPONSABLE POR LOS CONTENIDOS DE TERCEROS. CADA NOTICIA ESTÁ ASOCIADA AL MEDIO DE ORIGEN.
LOS AVISOS DE GOOGLE SON PROPIEDAD DE GOOGLE Y EN NINGÚN MOMENTO GUARDAN RELACION CON LA LÍNEA EDITORIAL DEL PORTAL ENTORNOINTELIGENTE.COM