BRASIL: Comissão do Senado aprova simbolicamente fim do foro privilegiado para autoridades
 Inicio > Internacionales | Publicado el Miercoles, 30 de Noviembre del 2016
BRASIL: Comissão do Senado aprova simbolicamente fim do foro privilegiado para autoridades


OGlobo / BRASÍLIA - A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou nesta quarta-feira, de forma simbólica, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que acaba com o foro privilegiado para todas as autoridades nos casos de crimes comuns e ações penais. A PEC acaba com o foro privilegiado de forma generalizada: para magistrados, procuradores, parlamentares e governantes do Poder Executivo nas três esferas. Na prática, essas autoridades serão julgadas pela primeira instância e não mais pela instância superior. A proposta segue agora para votação em dois turnos pelo Plenário.

Acaba o foro especial para presidente da República, vice-presidente, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), procurador-geral da República, integrantes do Judiciário e do Ministério Público, deputados, senadores, governadores e prefeitos.

— Hoje, são 32 mil autoridades que têm foro privilegiado. Isso acaba — disse o relator da proposta, senador Randolfe Rodrigues(Rede-AP).

— O PSDB vota em unidade a favor, mas reservando o direito de fazer aperfeiçoamentos no Senado — disse o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG).

O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), e o líder do governo no Congresso, senador Romero Jucá (PMDB-RR), trabalharam pelo adiamento da votação, afirmando que havia dúvidas sobre algumas questões, como onde os denunciantes responderiam às ações. O petista alegou que muitos preferem ir para a Justiça comum justamente onde têm aliados e assim escapariam de uma condenação.

— Alguns querem se proteger, outros serão perseguidos. Mas aqui há os arautos da democracia, estou colocando o dedo na ferida — disse Humberto Costa.

VOTAÇÃO ADIADA

Jucá disse que a proposta sem as alterações não passaria na Câmara e alegou que quer agilidade nos julgamentos como investigado na Lava-Jato.

— Precisamos colocar algumas questões para haver o espírito de responsabilidade para que não se transforme num jogo político de preservar ou perseguir alguém, dependendo das relações que ele tenha no Tribunal de Justiça do Estado — disse Jucá.

O senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) também disse que era preciso aperfeiçoamentos.

O autor da proposta, Álvaro Dias, e o relator, Randolfe Rodrigues pediram a votação imediata, assim como o líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO).

O presidente da CCJ, senador José Maranhão (PMDB-PB), defendeu o adiamento para a próxima semana.

Publicidade

— Não devemos entrar numa roda de sofreguidão para aprovar esse projeto, para não sair daqui com uma proposta capenga, que possa suscitar questionamentos na Justiça — disse Maranhão.

A proposta não acaba com o foro privilegiado para crimes de responsabilidade, cometidos por governantes, e nem como o foro privilegiado para o direito de opinião dos parlamentares.

Por sugestão de Anastasia, em caso de várias ações, elas correrão onde a primeira for protocolada.

tyntVariables = {"ap":"Leia mais sobre esse assunto em ", "as": "© 1996 - 2016. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização."}; BRASIL: Comissão do Senado aprova simbolicamente fim do foro privilegiado para autoridades

Con Información de OGlobo

http://entornointeligente.com/articulo/9327277/BRASIL-Comissatilde;o-do-Senado-aprova-simbolicamente-fim-do-foro-privilegiado-para-autoridades

Síguenos en Twitter @entornoi

Para mas información visite: Mundinews.com


Instagram Mi Refugio online Twitter Mi Refugio Online Facebook Mi Refugio Online Pagina Web Mi Refugio Online Pagina Web Mi Refugio Online Detener Mi Refugio Online

Recetas, Dietas, Tips Saludables y muchas noticias para mantenerse sano
ideasaludables.com





Destacadas

Francisco Velasquez Estos son los convocados de Colombia para el partido amistoso ante Brasil
Francisco Javier Velasquez Extremadura comienza el 2017 con una bajada del 6,17% en los precios hoteleros
Victor Gill Ramirez Monago pide a Vara que defienda el principio de solidaridad
Scarano encabeza la lista de influencia en redes sociales en Carabobo
Victor Gill Ramirez PANAMÁ: Gobierno otorga permiso para nuevo casino en Penonomé, empresa pagó 1 millón de dólares
Francisco Velasquez El PSOE subraya que si Rajoy no pide perdón, las disculpas del Gobierno serán incompletas
Tomas Elias Gonzalez Más de 80 delfines mueren en las costas de Florida
Tomas Gonzalez PERÚ: Sunat: Modifican el reglamento de comprobantes de pago

El Ambito / Los accionistas de Liberty Media aprobaron este martes la compra de la Fórmula 1, algo que no obstante debe recibir el visto bueno de la Federación Internacional del...


Andina / 18:59. Lima, ene. 17. Un movimiento sísmico de 4,5 grados de magnitud se registró hace unos minutos en Lima, informó el Instituto Geofísico del Perú. El movimiento telúrico ocurrió...


Perfil / El Ministerio de Justicia y Seguridad junto a la Jefatura de la Policía de la Ciudad difundieron los cambios en las cúpulas de las 54 comisarías porteñas.  Con Información...


El Informador / GUADALAJARA, JALISCO (17/ENE/2017).-  Luego de que la Comisión Nacional de Cultura Física y Deporte (Conade) diera marcha atrás a la designación de Jalisco como sede para la Olimpiada...

ATENCIÓN: TODOS LOS CONTENIDOS PUBLICADOS EN ESTE SITE SON PROPIEDAD DE SUS RESPECTIVOS DUEÑOS, ENTORNOINTELIGENTE NO SE HACE RESPONSABLE POR LOS CONTENIDOS DE TERCEROS. CADA NOTICIA ESTÁ ASOCIADA AL MEDIO DE ORIGEN.
LOS AVISOS DE GOOGLE SON PROPIEDAD DE GOOGLE Y EN NINGÚN MOMENTO GUARDAN RELACION CON LA LÍNEA EDITORIAL DEL PORTAL ENTORNOINTELIGENTE.COM