BRASIL: Estados Unidos pressionaram Equador para cortar internet de Julian Assange
 Inicio > Internacionales | Publicado el Miercoles, 19 de Octubre del 2016
BRASIL: Estados Unidos pressionaram Equador para cortar internet de Julian Assange

BRASIL: Estados Unidos pressionaram Equador para cortar internet de Julian Assange

OGlobo / WASHINGTON - Os Estados Unidos pressionaram sigilosamente o Equador para bloquear o acesso à internet de Julian Assange na embaixada equatoriana em Londres, onde o fundador do Wikileaks está abrigado desde 2012, informaram autoridades do serviço de inteligência americano à rede NBC. Segundo as fontes, uma mensagem foi enviada ao governo do Equador dizendo que deveriam impedir que Assange ajudasse agências de inteligência da Rússia a divulgar dados americanos.



Veja também Equador admite que restringiu acesso à internet na embaixada britânica Após acusação do Wikileaks, Kerry nega ter pedido corte de internet à Assange Assange tem acesso à internet cortado por agente desconhecido — Foi como uma ordem de despejo — disse uma autoridade americana.

Na terça-feira, o Equador admitiu que tinha cortado temporariamente a conexão de Assange. O Wikileaks tem divulgado e-mails privados do chefe de campanha da candidata Hillary Clinton, John Podesta, e de outras autoridades democratas. Segundo o governo americano, as mensagens foram hackeadas por agências de inteligência russas.

— A visão geral é que ele (Assange) é um participante voluntário no esquema russo, mas não um conspiradot ativo. Eles percebram que podem usá-lo — disse uma autoridade de inteligência dos EUA.

O Equador declarou que a suspendeu o serviço de internet como parte de seu "exercício soberano":

Publicidade

"O governo do Equador respeita o princípio de não intervenção em assuntos de outros países, não interfere em processos eleitorais em curso, nem apoia um candidato em especial", afirmou o governo equatoriano.

O Departamento de Estado americano negou na terça-feira, após acusações do Wikileaks, que o secretário de Estado do país, John Kerry, tenha tido alguma participação na tomada de decisão do Equador.

"Ainda que o Wikileaks nos preocupe há muito tempo, tudo que leve a pensar que o secretário de Estado Kerry ou o Departamento de Estado estejam envolvidos com o corte (de conexão à internet ao fundador) do Wikileaks é falso", afirmou o porta-voz do governo, John Kirby.

tyntVariables = {"ap":"Leia mais sobre esse assunto em ", "as": "© 1996 - 2016. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização."}; BRASIL: Estados Unidos pressionaram Equador para cortar internet de Julian Assange

Con Información de OGlobo

http://entornointeligente.com/articulo/9117050/BRASIL-Estados-Unidos-pressionaram-Equador-para-cortar-internet-de-Julian-Assange

Síguenos en Twitter @entornoi

Para mas información visite: Mundinews.com


En Smart Reputation podemos ayudarle a desplazas todas esas malas noticias sobre usted o sus empresas
http://www.smart-reputation.com







Otras noticias de interés
Destacadas

Epson presenta nueva impresora multifuncional ultra veloz y de gran volumen con calidad profesional
Mantequilla Laive presenta nueva campaña "ManosdeMantequilla"
Xerox anuncia su nueva estructura de marketing para Latinaomérica y Caribe
Donarán empresas del ramo eléctrico paneles solares a organismo Carita de Dios
Fundación Yammine realizó jornada de reciclaje en el   Bici Rock




ATENCION: TODOS LOS CONTENIDOS PUBLICADOS EN ESTE SITE SON PROPIEDAD DE SUS RESPECTIVOS DUENOS, ENTORNOINTELIGENTE NO SE HACE RESPONSABLE POR LOS CONTENIDOS DE TERCEROS. CADA NOTICIA ESTA ASOCIADA AL MEDIO DE ORIGEN.
LOS AVISOS DE GOOGLE SON PROPIEDAD DE GOOGLE Y EN NINGUN MOMENTO GUARDAN RELACION CON LA LINEA EDITORIAL DEL PORTAL ENTORNOINTELIGENTE.COM