BC reduz juros b�sicos da economia para 14%
 Inicio > Internacionales | Publicado el Miercoles, 19 de Octubre del 2016
BC reduz juros b�sicos da economia para 14%


Correio Popular / Pela primeira vez em quatro anos, o Banco Central (BC) baixou os juros básicos da economia. Por unanimidade, o Comitê de Política Monetária (Copom) reduziu nesta quarta-feira (19) a taxa Selic em 0,25 ponto percentual, para 14% ao ano. A decisão era esperada pelos analistas financeiros, que previam o corte dos juros a partir deste mês. Em comunicado, o Copom informou que a reversão da alta de preços de alimentos ajudou a segurar a inflação de forma mais favorável que o esperado. No entanto, o órgão apontou riscos para conter os preços, como incertezas na aprovação de medidas de ajuste fiscal e a possibilidade de que o longo período de inflação acima do teto da meta reforce a indexação da economia, quando a inflação do passado é incorporada aos preços atuais. A última vez em que a taxa tinha sido reduzida foi em outubro de 2012, quando o Copom tinha cortado os juros de 7,5% para 7,25% ao ano. A taxa foi mantida nesse nível, o menor da história, até abril de 2013, mas passou a ser reajustada gradualmente até alcançar 14,25% ao ano em julho do ano passado. A Selic é o principal instrumento do Banco Central para manter sob controle a inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Oficialmente, o Conselho Monetário Nacional estabelece meta de inflação de 4,5%, com margem de tolerância de 2 pontos, podendo chegar a 6,5%. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o IPCA acumulou 8,48% nos 12 meses encerrados em setembro, depois de atingir o recorde de 10,71% nos 12 meses terminados em janeiro. No Relatório de Inflação, divulgado no fim de setembro pelo Banco Central, a autoridade monetária estima que o IPCA encerre 2016 em 7,3%. O mercado está um pouco menos pessimista. De acordo com o boletim Focus, pesquisa semanal com instituições financeiras divulgada pelo Banco Central, a inflação oficial fechará o ano em 7,01%. Até a última reunião do Copom, em agosto, o impacto de preços administrados, como a elevação de tarifas públicas, e o de alimentos, como feijão e leite, contribuíam para a manutenção dos índices de preços em níveis altos. De lá para cá, no entanto, a inflação começou a desacelerar por causa da recessão econômica e da queda do dólar. Em setembro, o IPCA ficou em 0,08%, a menor taxa para o mês desde 1998. Embora ajude no controle dos preços, o aumento ou a manutenção da taxa Selic em níveis elevados prejudica a economia. Isso porque os juros altos intensificam a queda na produção e no consumo. Segundo o boletim Focus, os analistas econômicos projetam contração de 3,19% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos pelo país) em 2016. No último Relatório de Inflação, o BC manteve a estimativa de retração da economia em 3,3%. A taxa é usada nas negociações de títulos públicos no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic) e serve de referência para as demais taxas de juros da economia. Ao reajustá-la para cima, o Banco Central segura o excesso de demanda que pressiona os preços, porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Quando reduz os juros básicos, o Copom barateia o crédito e incentiva a produção e o consumo, mas enfraquece o controle da inflação. BC reduz juros b�sicos da economia para 14%

Con Información de Correio Popular

http://entornointeligente.com/articulo/9116420/BC-reduz-juros-b

Síguenos en Twitter @entornoi

Para mas información visite: Mundinews.com


Smart Reputation te ayuda a mejorar tu reputación en línea
http://www.smart-reputation.com







Otras noticias de interés
Destacadas

La verdad sobre el ajusticiamiento de un PTJ en Caricuao
Tomas Gonzalez La Vinotinto venció con comodidad a Estudiantes de Mérida
Tomas Elias Gonzalez Venezolanos con residencia legal permanente podrán votar en el extranjero
Victor Gill VENEZUELA: CNE: Los venezolanos disponen hasta el 20 de febrero para el corte del Registro Electoral
Gonzalo Morales VENEZUELA: Venezuela y Egipto evalúan proyectos de petróleo y gas
Francisco Javier Velasquez ¿Envejecer? Ronaldo conoce el elixir de la eterna juventud en Champions
Victor Gill GLOBALES: Google reduce sus beneficios ante cargas por reforma fiscal en EE.UU.
Victor Gill GLOBALES: LinkedIn tendrá su propio Window 10 en EE.UU.
Gonzalo Morales Estudiantes piden cuidar el planeta
Gonzalo Morales VENEZUELA: Maduro solicitó al CNE extender Registro Electoral hasta #25Feb
Gonzalo Morales GLOBALES: Venezuela podría reabrir consulado en Miami
Francisco Velasquez Brasil diseña una gran acción humanitaria en la frontera con Venezuela

Negocia en Miami / Creado en julio de 1981, los Ranchos de Steakhouse proporciona comida y servicio de calidad en un ambiente cálido de estilo familiar. Los Ranchos es reconocido como...


La Verdad de Vargas / Photo Credit To Cortesía   *Aseguran que es insostenible mantener el pasaje en Bs. 4.000, cuando un  café pequeño cuesta Bs. 5.000   Bárbara Rondón  ...


Negocia en Miami / ¡Google presenta en octubre su nuevo Smartphone! El lunes Google anunció la presentación oficial de su nuevo Smartphone que será la realizada el próximo 4 de  octubre...


La Prensa de Lara / Las autoridades del Caraballeda Yatch & Golf Club cuestionan la expropiación de los campos de golf ordenada por el gobernador de Vargas, Jorge Luis García Carneiro....

ATENCION: TODOS LOS CONTENIDOS PUBLICADOS EN ESTE SITE SON PROPIEDAD DE SUS RESPECTIVOS DUENOS, ENTORNOINTELIGENTE NO SE HACE RESPONSABLE POR LOS CONTENIDOS DE TERCEROS. CADA NOTICIA ESTA ASOCIADA AL MEDIO DE ORIGEN.
LOS AVISOS DE GOOGLE SON PROPIEDAD DE GOOGLE Y EN NINGUN MOMENTO GUARDAN RELACION CON LA LINEA EDITORIAL DEL PORTAL ENTORNOINTELIGENTE.COM