BRASIL: Rússia, EUA e Reino Unido realizam reunião tensa sobre Ucrânia na ONU
 Inicio > Política | Publicado el Domingo, 2016-08-22 de Marzo del 2014
BRASIL: Rússia, EUA e Reino Unido realizam reunião tensa sobre Ucrânia na ONU
Noticias Relacionadas: UcrâniaRússiaReinoConselhoUnido

Esta noticia ha sido leída 27 veces

ENTORNOINTELIGENTE.COM / G1 Globo / O Conselho de Segurança da ONU manteve, neste sábado (1º), uma tensa reunião sobre a crise ucraniana, na qual Rússia, Estados Unidos e Reino Unido trocaram acusações e não alcançaram nenhum ponto de consenso.

Os EUA e o Reino Unido atacaram Moscou duramente por sua intervenção militar no território ucraniano e exigiram que a Rússia voltasse atrás, enquanto o embaixador russo defendeu as medidas tomadas pelo Kremlin e acusou o Ocidente de estar por trás da atual instabilidade na Ucrânia .

O encontro, solicitado com urgência pelo Reino Unido , começou com atraso, depois que as partes discordaram sobre o formato que deveria ser utilizado.

Os países ocidentais pressionaram para que fosse um debate aberto, enquanto a Rússia queria uma sessão com portas fechadas, disseram à Agência Efe fontes diplomáticas.

Finalmente, os membros do Conselho mantiveram uma breve reunião acessível às câmeras - na qual também discursou o embaixador ucraniano - e depois realizaram consultas privadas.

Os discursos de todas as partes deixaram claro o abismo que separa as posturas do Ocidente e de Moscou em tudo o que se refere à Ucrânia, enquanto a China - o outro membro permanente com direito a veto - não discursou.

A embaixadora dos EUA na ONU, Samantha Power, fala à imprensa no final de reunião do Conselho de Segurança sobre a crise na Ucrânia, na sede da ONU em Nova York. (Foto: Eduardo Munoz / Reuters) A embaixadora americana, Samantha Power, acusou a Rússia de intervir na Ucrânia com "uma ação provocadora", sem fundamentos legais e que é "tão perigosa como desestabilizadora".

"Esses atos podem levar uma situação que já é tensa para além do ponto de ruptura", advertiu Power, que pediu que Moscou retire as tropas mobilizadas em território ucraniano e inicie um diálogo político com Kiev.

saiba mais Entenda a crise na Ucrânia Leias as últimas notícias Obama liga para Putin e pede que Rússia recue tropas na Ucrânia Putin diz a Obama que Rússia deve proteger interesses, diz agência Os EUA, com o apoio do Reino Unido, também consideraram fundamental o envio de uma missão de mediação internacional para a Crimeia para tentar acalmar a situação. A pessoa chamada, a priori, para conduzir essa iniciativa - o enviado especial do secretário-geral da ONU, Robert Serry,- tentou chegar à região autônoma, mas não teve sucesso e decidiu dar por finalizada sua missão na Ucrânia. Serry se reunirá com Ban Ki-moon em Genebra para estudar os próximos passos.

A missão internacional, em todo caso, não conta com o respaldo de Moscou, que se declarou contrário a uma mediação imposta e que, além disso, questiona a independência do holandês Serry.

Yuriy Sergeyev, embaixador da Ucrânia na ONU. (Foto: Eduardo Munoz / Reuters) O embaixador russo na ONU, Vitaly Churkin, defendeu as medidas tomadas por seu país pela "grande preocupação" que as decisões do novo governo de Kiev provocaram no leste da Ucrânia e especialmente na Crimeia.

Churkin lembrou que o presidente, Vladimir Putin, ainda não tomou uma decisão definitiva sobre o possível uso da força em território ucraniano e investiu mais uma vez contra a Europa e os EUA por estes terem encorajado a revolução contra o governo eleito democraticamente pelos ucranianos.

O embaixador russo discursou no Conselho de Segurança imediatamente após seu colega ucraniano, Yuriy Sergeyev, que denunciou a "agressão" da Rússia contra seu país e sua integridade territorial. "As tropas russas entraram ilegalmente em território da Ucrânia", disse Sergeyev, que ressaltou que o número de soldados aumenta a cada hora. Ele afirmou ainda em entrevista que pode haver 15 mil soldados russos na Crimeia.

O representante de Kiev pediu que os líderes mundiais - especialmente de EUA e Reino Unido - falassem com Putin para convencê-lo a voltar atrás.

Sergeyev lembrou que Washington e Londres assinaram em 1994, juntamente com Moscou, o chamado memorando de Budapeste, pelo qual se comprometeram a defender a Ucrânia em troca da entrega de seu arsenal nuclear procedente da era soviética.

Pouco antes do início da reunião do Conselho de Segurança, Ban manteve uma conversa telefônica com Putin, na qual pediu que o líder russo dialogasse de forma urgente com Kiev e lhe transmitiu sua preocupação pelos últimos eventos.

As autoridades ucranianas afirmam que Moscou rejeitou todos os seus pedidos para negociar sobre a crise.

www.entornointeligente.com

Visite tambien www.mundinews.com | www.eldiscoduro.com | www.tipsfemeninos.com | www.economima-venezuela.com | www.politica-venezuela.com | www.enlasgradas.com | www.cualquiervaina.com | www.espiasdecocina.com | www.videojuegosmania.com

Síguenos en Twitter @entornoi

Para mas información visite: politica-venezuela.com


Instagram Mi Refugio online Twitter Mi Refugio Online Facebook Mi Refugio Online Pagina Web Mi Refugio Online Pagina Web Mi Refugio Online Detener Mi Refugio Online

Disfruta del blog especial para mujeres como tu
http://tipsfemeninos.com





Destacadas

Francisco Velasquez ESPAÑA: Habrá un concierto de Final Fantasy XV en Abbey Road
Francisco Javier Velasquez China censura una popular web que permitía entrevistar a famosos
Victor Gill Ramirez VENEZUELA: Codelco perdió 97 millones de dólares en primer semestre
Francisco Velasquez ESPAÑA: Sujetadores de Victoria’s Secret que podrían pasar por un top de fiesta » Fashionisima
Tomas Elias Gonzalez Rusia y Turquía acuerdan acelerar ayuda humanitaria a Alepo
Tomas Elias Gonzalez PERÚ: Indecopi sancionó a tres bancos por emitir tarjetas de crédito no solicitadas
Francisco Javier Velasquez "Las FARC están saliendo de las zonas donde históricamente estaban"
Victor Gill Un día de justicia para las víctimas de La Perla

Version Final / La Corte Suprema de Justicia de Colombia aprobó este viernes la extradición a Estados Unidos del empresario panameño Nidal Waked , capturado en mayo pasado en Bogotá y considerado...


Venezuela Al Dia / Un grupo de motorizados presuntamente apegados al gobierno atacaron dos medios de comunicación y la sede de acción democrática en el estado Táchira, tras la visita del...


Version Final / Wills Rangel,  presidente de la Federación Unitaria de Trabajadores del Petróleo (futpv) , informó este sábado sobre la concentración en la plaza de La Resistencia Indígena para marchar hasta...


El Universo / Usuarios de la red social Facebook han tenido problemas este viernes para ingresar a esa red social, sin que aún se conozcan los motivos que tiene caído el...

ATENCIÓN: TODOS LOS CONTENIDOS PUBLICADOS EN ESTE SITE SON PROPIEDAD DE SUS RESPECTIVOS DUEÑOS, ENTORNOINTELIGENTE NO SE HACE RESPONSABLE POR LOS CONTENIDOS DE TERCEROS. CADA NOTICIA ESTÁ ASOCIADA AL MEDIO DE ORIGEN.
LOS AVISOS DE GOOGLE SON PROPIEDAD DE GOOGLE Y EN NINGÚN MOMENTO GUARDAN RELACION CON LA LÍNEA EDITORIAL DEL PORTAL ENTORNOINTELIGENTE.COM