BRASIL: Após denúncias de mortes em partos humanizados, prefeitura vai rever metas
 Inicio > Política | Publicado el Miercoles, 11 de Diciembre del 2013
BRASIL: Após denúncias de mortes em partos humanizados, prefeitura vai rever metas

Esta noticia ha sido leída 95 veces

ENTORNOINTELIGENTE.COM / Jornal do Brasil /

>> Maternidade Maria Amélia: médicos são pressionados a não prestar atendimento

Os resultados da reunião foram considerados positivos pelo presidente da Sgorj, Marcelo Burlá, que achou importante a reavaliação das metas e critérios da SMS para redução dos partos cesariana, assim como a maior integração da entidade representativa com a prefeitura, na formulação de novos protocolos médicos no município. Uma comissão composta por membros da Sgorj e da SMS irá visitar as instalações da maternidade Maria Amélia e analisar os atendimentos. A visita está prevista para janeiro. 

O Jornal do Brasil publicou no dia 16 de novembro várias entrevistas com mulheres que perderam os seus filhos durante "traumáticos" trabalhos de parto na maternidade. Os casos foram registrados na 5a. DP (Mem de Sá) e uma ação contra o hospital tramita pelo Tribunal de Justiça do Rio, com acusações de falsidade ideológica e homicídio culposo. Em um perfil do facebook, as pacientes divulgaram um chamado "diário do horror", contando detalhes dos atendimentos ditos "humanizados" na maternidade. Após o Ministério da Saúde registrar as mais altas taxas de cesarianas do mundo, entre os anos de 2000 e 2010, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou que houvesse uma queda para apenas 15% desse tipo de parto nas redes pública e privada. No Rio, a Maternidade Maria Amélia foi criada há um pouco mais de um ano com o objetivo de alcançar e manter os índices indicados pela OMS, através do atendimento humanizado. 

A realização de um Fórum de Atendimento à Mulher e Criança em 2014 foi uma possibilidade levantada no encontro, para que a comunidade médica possa apresentar novas propostas e opinar sobre as práticas do atual sistema público. 



Mais um caso no Maria Amélia chega à polícia 

No início desta semana, mais uma paciente da Maternidade Maria Amélia Buarque de Hollanda procurou a 5a. DP para fazer um registro contra a equipe médica do hospital. A estudante Nayara Marta Martins, de 18 anos, contou na delegacia que passou por uma cirurgia e seu útero foi retirado, em consequência, segundo ela, a uma forte hemorragia que teve início em um traumático trabalho de parto que durou mais de 10 horas. 

A estudante Nayara Martins procurou a delegacia para denunciar o atendimento na Maternidade Maria Amélia Nayara contou que a sua internação aconteceu no dia 17 de junho, após uma semana de idas e vindas no Maria Amélia. "Eu fiquei mais de 10 horas sentindo muitas dores e várias enfermeiras entravam na sala e me davam o toque. Em uma das vezes, uma enfermeira chegou a subir na minha barriga para empurrar o bebê para baixo. Depois disso, a minha mãe tentou a minha transferência para outro hospital, mas não foi autorizado pela direção. Quando eu estava desfalecida as enfermeiras me informaram que seria feita uma cesária, porque a minha filha estava presa no colo do útero. Assim que elas falaram", contou a estudante. A criança nascem sem qualquer problema de saúde.

Segundo Nayara, no dia seguinte ela teve uma forte hemorragia e foi levada ao Centro Cirúrgico. "Os médicos retiraram o meu útero e eu nem sabia, só foi avisado a minha mãe, que tentou saber detalhes do que estava acontecendo com o médico que me operou, mas ele saiu da maternidade sem prestar qualquer esclarecimento à minha família", contou ela. Nayara conta que descobriu que havia passado por uma Histerectomia (cirurgia para retirada do útero) pela faxineira do hospital. "Ela entrou na minha enfermaria e perguntou  'essa que é a menina sem útero?'. Eu fiquei em estado de choque. Só depois disso que uma médica veio me explicar que os remédios não fizeram efeito e eles tiveram que me operar, mas que esse fato era normal, só me impedia de menstruar e engravidar", afirmou a estudante. 



www.entornointeligente.com

Síguenos en Twitter @entornoi

Para mas información visite: politica-venezuela.com


Instagram Mi Refugio online Twitter Mi Refugio Online Facebook Mi Refugio Online Pagina Web Mi Refugio Online Pagina Web Mi Refugio Online Detener Mi Refugio Online





Destacadas

Tomas Elias Gonzalez Benitez El expresidente de VW conocía las manipulaciones al menos dos meses antes de que el escándalo saliera a la luz
Francisco Velasquez VENEZUELA: Maduro presenta este domingo mensaje anual a la nación en el TSJ
Victor Gill Ramirez Bolivia afina argumentos de demanda marítima contra Chile
Francisco Velasquez BRASIL: Ensaios técnicos na Sapucaí começam neste domingo
Victor Gill Obama culmina su mandato entre las críticas y los halagos

Expansión / La caída de las retribuciones en los cargos más altos está provocando la aparición de dos estructuras salariales dentro de la organización. Las remuneraciones de los puestos directivos...


Andina / 00:00. Lima, ene. 16. En el mes de noviembre de 2016, la producción nacional aumentó en 3.61% y acumuló 88 meses de resultados positivos, y entre enero y noviembre...


Los Tiempos / En los últimos años, no obstante, una pequeña pero estimulante ola de taquilleras cintas de horror hechas por mujeres están imponiendo una nueva estética. El ejemplo más reciente...


El Universo / Autoridades como el alcalde de Nueva York, Bill de Blasio, activistas y celebridades asistirán a una protesta contra Donald Trump un día antes de que asuma la Presidencia....

ATENCIÓN: TODOS LOS CONTENIDOS PUBLICADOS EN ESTE SITE SON PROPIEDAD DE SUS RESPECTIVOS DUEÑOS, ENTORNOINTELIGENTE NO SE HACE RESPONSABLE POR LOS CONTENIDOS DE TERCEROS. CADA NOTICIA ESTÁ ASOCIADA AL MEDIO DE ORIGEN.
LOS AVISOS DE GOOGLE SON PROPIEDAD DE GOOGLE Y EN NINGÚN MOMENTO GUARDAN RELACION CON LA LÍNEA EDITORIAL DEL PORTAL ENTORNOINTELIGENTE.COM