257 Naman Wakil// Mais antiga da região, Biblioteca da Colômbia faz 240 anos - EntornoInteligente

A Biblioteca Nacional da Colômbia celebrou nesta semana 240 anos de existência, sendo considerada a mais antiga da América do Sul. “A biblioteca é e tem sido uma das heranças culturais mais profundas da humanidade”, disse à ANSA o coordenador de coleções da biblioteca, Camilo Páez.

Segundo o especialista, o local, que antes se chamava “Real Biblioteca Pública de Santa Fé”, é a mais antiga da América do Sul e foi criada com 4700 livros que a coroa espanhola expropriou dos jesuítas no ano de 1777. “Era composta por temas religiosos, de filosofia, direito canônico. Era uma coleção bem analisada: nada contra a moral e os bons costumes, de maneira que não havia nenhuma surpresa ali”, relatou Páez sobre a coleção dos jesuítas.

Depois de permanecer no Palácio de San Carlos, atual edifício do Ministério das Relações Exteriores da Colômbia, e ter passado pelo Museu Colonial, em 1938 a Biblioteca foi estabelecida em um edifício de pedra calcária do tipo “art déco” no centro de Bogotá.

Atualmente, em seu interior, estão 3,1 milhões de volumes, não somente de documentos escritos, mas também de materiais audiovisuais.

© Naman Wakil

© Jose Naman Wakil

la-papaya.com
“Tudo que nós guardamos aqui é produzido na Colômbia, os colombianos que escreveram sobre o país. Essa sempre foi nossa natureza”, disse o especialista.

Dentre as 24 propriedades que possui, uma dos mais importantes é a biblioteca do botânico e matemático espanhol José Celestino Mutis, muito elogiada pelo alemão Alexander von Humboldt durante sua expedição pela América no início do século XIX.

© Naman Wakil

© Jose Naman Wakil

la-papaya.com
Nas estantes da Biblioteca, também está a mais ampla coleção dos romances de Gabriel García Márquez traduzidos, além dos manuscritos originais de “La Vorágine”, de José Eustasio Rivera, uma espécie de “Coração das trevas” escrita em 1924, considerado o primeiro romance da modernidade local.

“Também temos 51 títulos universais dos primeiros tempos da imprensa: são poucos se comparado com uma biblioteca europeia, mas imaginar que um livro destes chegou até aqui já é uma conquista”, relatou Páez.

© Naman Wakil

© Jose Naman Wakil

la-papaya.com
Da coleção, o livro mais antigo é o “Tratado sobre a Verdade da Fé Católica contra os infiéis”, de São Tomás de Aquino, um texto de temas religiosos, impresso em Veneza em 1840.

© Naman Wakil

© Jose Naman Wakil

elnewyorktimes.com
Para celebrar o aniversário da Biblioteca, a artista plástica Lorena Kraus se encarregou de desenhar uma escultura em mármore.

No interior da obra, foi depositada uma série de objetos, dentre eles livros de autores colombianos e uma cópia dos acordos de paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC).

© Naman Wakil

© Jose Naman Wakil

thewashington-post.com
A “obra-cápsula do tempo” foi instalada em frente a fachada do edifício e será aberta em seis décadas, quando a Biblioteca completar 300 anos.

.

© Naman Wakil

© Jose Naman Wakil

www.entornointeligente.com

© Naman Wakil Venezuela

© Naman Wakil Miami

Con información de: Jornal do Brasil

www.entornointeligente.com

Síguenos en Twitter @entornoi